Você conhece a Cuca?

A Cuca é um bolo típico alemão, feito com massa de fermentação natural e com cobertura de farofa doce. É chamado na Alemanha Streuselkuchen (“bolo de farofa”), e ao ser trazida para o Brasil, Kuchen passou a ser traduzido como Cuca.

Quando os imigrantes alemães vieram para o Brasil, como as condições econômicas eram muito limitadas, a Cuca era preparada somente nas festas: Natal, Páscoa, casamentos ou aniversários. Conforme a vida foi melhorando, foi possível preparar ou comprar cucas com mais frequência, e hoje faz parte do dia-a-dia das regiões de imigração alemã. No café da manhã, no café da tarde ou a qualquer hora, uma cuca sempre vai bem. Também é um dos produtos mais procurados pelos turistas, quando visitam Pomerode e outras cidades do Vale Europeu.

E, se o costume de comer cuca atravessou várias gerações, as receitas também passaram dos pais para filhos por mais de cem anos. Elia Maske, da Delicaten Biscoitos, herdou receitas de cuca de sua mãe e continua preservando essa deliciosa tradição. Dona Elia é conhecida por preparar a melhor cuca de Pomerode, na opinião de muitos apreciadores, e revela que o segredo de uma cuca tão saborosa são o afeto e o respeito pelo produto.

Dona Elia explica que “O afeto é o prazer ao fabricar a cuca, a alegria de preparar artesanalmente um bolo feito para dar alegria às pessoas. E o respeito vem da valorização das tradições e da forma como elas devem ser seguidas, não somente como um roteiro para fazer uma excelente cuca, mas como uma celebração das gerações que nos antecederam.”

Cuca de farofa, cuca de banana…

A massa da cuca é leve e macia, e contrasta com a cobertura de farofa crocante. Outros recheios, como queijo, banana ou morango também criam combinações muito apreciadas. Na Alemanha a cuca é recheada com frutas daquela região, como a cereja, o damasco e o mirtilo, e aqui no Brasil foi adaptada com outras frutas tropicais, como a banana, o côco fresco e a goiaba.

A cuca de banana é uma das mais populares devido ao grande cultivo da fruta, em Pomerode e na Rota do Enxaimel. Sobre a cuca de morango, Dona Elia explica que é uma cuca menos doce, pois ao ser levada ao forno, a acidez do morango é ressaltada, trazendo um novo tom de sabor à cuca. E, para agradar a todos os gostos, Dona Elia também produz cucas sem a farofa doce, feitas apenas com a massa, recheio e uma leve camada de nata.

Onde encontrar a cuca de Pomerode?

É sempre divertido e interessante conhecer a história dos alimentos, mas melhor ainda é experimentar as receitas e produtos!
As diferentes cucas coloniais podem ser encontradas todos os dias na Delicaten Biscoitos, e nos finais de semana na Kekshaus Emporium, onde pode ser apreciada junto de um delicioso café, ou no Clube Cultural de Caça e Tiro XV de Novembro, que compartilha suas histórias de eventos comunitários, como Festas de Rei e “cucadas”.

Não deixe de conhecer a cuca artesanal de Pomerode, feita na Rota do Enxaimel!